Governo de Minas
 
Você está em: Página Inicial / Publicações

Custos de Produção -> Análise de custo de produção Canola safra 2016


Baixar versão em PDF

A canola é uma planta da família das crucíferas, cultivada apenas na primavera no Brasil, especialmente na região Sul. Segundo zoneamento agrícola é uma cultura sensível a deficiência hídrica ao longo de todas as fases de desenvolvimento e tanto temperaturas baixas como altas são prejudiciais a sua produção. A canola é sensível à ocorrência de geada no estágio de plântula e florescimento, sendo a fase inicial de estabelecimento a mais danosa à cultura. Considerou-se apto para o cultivo o município que apresentou em, pelo menos, 20% de sua área valor de índice de Satisfação da Necessidade de Água (ISNA) igual ou maior que 0,60 na fase de florescimento/enchimento de grãos com, no mínimo, 80% de frequência observada. São aptos para esta região solos do tipo 1, 2 e 3, ou seja, solos com teor de argila acima de 10 % e menos de 70% de areia. Ficam indicadas cultivares registradas no Registro Nacional de Cultivares, respeitando as indicações do zoneamento agrícola.
Para a safra 2017 estimativa é de que apenas dois estados sejam responsáveis por toda a produção do país; No Rio Grande do Sul, a produção está estimada em 64,2 mil toneladas, variação positiva de 2,6%, em relação à safra de 2016. No Paraná, apesar do clima não muito favorável na época do plantio, é esperada uma produção de 9,5 mil toneladas, aumento de 2,2%, quando se compara com a safra passada, no entanto, a produção foi compensada com aumento de produtividade em torno de 1,7%. O Rio Grande do Sul participa com 87,1% da produção nacional. Quanto ao Paraná, tem participação na produção em torno de 12,9% (CONAB, 2017).

 
Vila Gianetti 25. Campus Universitário – Viçosa, MG - Telefone: (31) 3899 2185
Skype:
centro.referencia.biodiesel - E-mail: contato@biomercado.com.br
© 2013 - BIOMERCADO - Centro de Referência da Cadeia
de Produção de Biocombustíveis Para Agricultura Familiar