Governo de Minas
 
Você está em: Página Inicial / Boletins

Boletim do Milho -> Boletim Milho Maio 2015


Baixar versão em PDF

No mês de maio o preço médio do milho teve decréscimo em todos os estados (Tabela 1).  Em relação ao mesmo período do ano passado os preços médios tiveram oscilações negativas com exceção do estado de Goiás, que apresentou aumento de 4,06%. O estado que pagou o maior preço foi o de Goiás, R$ 23,64/sc. E o estado do Mato Grosso permaneceu com a menor média, R$ 16,50.

 Tabela 1: Médias dos preços de milho, por estado, em R$/sc

Mês/Estado

GO

MS

MT

PR

RS

SC

Agosto

16,24

15,72

13,07

18,03

22,55

22,27

Setembro

16,60

16,03

13,60

18,45

23,18

22,60

Outubro

17,00

15,40

13,15

18,25

22,61

22,13

Novembro

17,93

16,11

14,65

18,99

22,31

23,85

Dezembro

20,27

17,07

15,80

19,47

22,35

24,17

Janeiro (2014)

21,60

17,56

16,53

20,50

22,36

23,23

Fevereiro

22,15

19,55

17,70

21,57

22,23

23,25

Março

22,00

20,70

20,00

23,17

22,67

24,50

Abril

22,41

21,64

20,82

23,51

23,15

24,70

Maio

22,71

22,39

22,43

24,18

24,04

25,14

Junho

20,65

18,45

19,00

22,05

23,55

23,75

Julho

18,80

16,90

18,61

20,15

22,55

22,91

Agosto

18,25

17,02

18,00

20,30

20,97

21,75

Setembro

16,72

16,10

17,50

19,13

20,91

21,00

Outubro

17,00

16,36

17,50

18,91

21,00

21,42

Novembro

20,42

18,65

18,23

20,49

23,03

23,63

Dezembro

22,50

19,78

18,50

23,03

23,90

25,12

Janeiro (2015)

22,00

18,78

18,51

22,46

22,75

23,53

Fevereiro

22,24

19,32

17,81

21,78

21,71

23,83

Março

24,53

20,12

19,00

22,34

22,17

24,74

Abril

23,67

18,91

17,29

21,91

22,79

23,69

Maio

23,64

17,86

16,50

20,50

22,05

22,27

Variação Anual %

4,06

-20,20

-26,43

-15,23

-8,27

-11,42

Variação Mensal %

-0,13

-5,55

-4,57

-6,46

-3,21

-5,98

Fonte: Cooperativas de Agricultores Familiares.

O preço do milho vem caindo nos últimos meses, principalmente no mês de maio, resultado de diversos fatores.  Segundo a Agrometrika, os principais motivos são a aproximação do período de colheita da safrinha no Brasil; a queda de preços acumulada na CBOT, devido ao avanço da semeadura nos EUA; e, a desvalorização do dólar, que vem ocorrendo nos últimos meses. No Gráfico 1 estão expostos as oscilações no preço médio pago aos produtores pelas cooperativas.

 

Gráfico 1: Médias dos preços, em R$/saca, do milho pago as cooperativas.

Fonte:Cooperativas de Agricultura Familiar.

Segundo dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) projetou uma pequena redução na produção mundial do milho, para safra 2015/2016 bem como os estoques finais, com prospecção de aumento no consumo, ficando próximo à produção mundial.

 
Vila Gianetti 25. Campus Universitário – Viçosa, MG - Telefone: (31) 3899 2185
Skype:
centro.referencia.biodiesel - E-mail: contato@biomercado.com.br
© 2013 - BIOMERCADO - Centro de Referência da Cadeia
de Produção de Biocombustíveis Para Agricultura Familiar