Governo de Minas
 
Você está em: Página Inicial / Boletins

Boletim do Caroço de Algodão -> Boletim Caroço de Algodão Abril 2015


Baixar versão em PDF

No mês de abril o estado de Minas Gerais apresentou queda nos preços médios, -2,00% como mostra a Tabela 1. Já o estado de São Paulo permaneceu com a média do mês anterior R$700,00/ton, mesmo assim manteve a maior média. O menor preço médio foi no Mato Grosso, R$458,21/ton, mas houve aumento 15,27 % no preço em relação ao mês de março.

Tabela 1: Preços médios do caroço de algodão, em R$/tonelada.

Estado

BA

GO

MG

MS

MT

SP

Média

Janeiro

750,00

565,00

650,00

550,00

405,00

666,67

597,78

Fevereiro

687,00

562,38

650,88

527,25

402,38

671,25

583,52

Março

570,00

557,50

671,14

485,00

397,50

653,41

555,76

Abril

442,00

557,50

654,00

485,00

397,50

537,50

512,25

Maio

410,00

-

647,50

485,00

397,50

675,00

523,00

Junho

562,00

520,63

650,00

612,50

460,00

383,33

531,41

Julho

562,00

531,25

650,00

525,00

460,00

433,33

526,93

Agosto

490,00

555,84

630,00

551,25

442,50

286,67

492,71

Setembro

415,00

597,92

615,00

572,50

422,25

735,00

559,61

Outubro

405,00

511,07

595,14

541,81

397,50

724,17

529,11

Novembro

400,00

469,59

587,50

545,75

397,50

727,00

521,22

Dezembro

400,00

468,65

587,50

552,50

397,50

871,50

546,28

Janeiro

400,00

510,81

587,50

552,50

397,50

810,00

543,05

Fevereiro

560,53

510,84

670,00

545,00

397,50

755,00

573,14

Março

603,68

510,84

683,68

545,00

397,50

700,00

573,45

Abril

650,00

590,00

670,00

561,67

458,21

700,00

604,98

Média Estadual

519,20

534,65

637,49

539,86

414,24

645,61

548,39

Variação Mensal (%)

7,67

15,50

-2,00

3,06

15,27

0,00

5,50

Fonte: Elaborado pelo Centro de Referência a partir de dados da ABRAPA.

Estima-se que o maior estado produtor de algodão do país oferecerá menos do que costume este ano. Essa menor produção é causada pelo baixo preço do grão registrado ao longo do ano de 2014, segundo o IMEA. O baixo preço também prejudicou a disponibilidade dos subprodutos, como os negócios do caroço de algodão que mostraram a pouca liquidez que paira sobre mercado. Estima-se que a produção nacional de algodão em caroço será 3.834,7 mil toneladas, 12,9% menor que a safra passada, segundo a CONAB.

Gráfico 1: Médias Mensais dos preços, em R$/ton, de caroço de algodão por estado.

Fonte:CREFBIO. 

Os custos de produção continuaram mais caros para a safra 2015/2016. Esse resultado é justificado por vários fatores, alguns deles são: a elevação mensal de 11,5% na taxa de câmbio, aquecimento da demanda de alguns itens e os aumentos nos preços de inseticida e sementes que também tiveram influência dos dois primeiros fatores (IMEA).

A área plantada também irá diminuir na safra 2014/15, segundo a CONAB a produção deve ocupar uma área de 976,9 mil hectares, -12,9% menor que a temporada passada, o que equivale a uma redução de quase 144,7 mil hectares. As reduções observadas na área plantada foram influenciadas pela conjuntura adversa, tanto interna quanto externa, com estoques elevados e queda no preço da pluma.

 
Vila Gianetti 25. Campus Universitário – Viçosa, MG - Telefone: (31) 3899 2185
Skype:
centro.referencia.biodiesel - E-mail: contato@biomercado.com.br
© 2013 - BIOMERCADO - Centro de Referência da Cadeia
de Produção de Biocombustíveis Para Agricultura Familiar